sábado, 1 de maio de 2021

Jonal da Liga Operária para o dia do Internacionalismo Proletário.

A seguir, reproduzimos o material da Liga Operária por ocasião do Dia do Internacionalismo Proletário. Retirado do site da Liga Operária.

Viva o Dia do Internacionalismo Proletário!

Clique aqui para baixar o material da Liga em PDF.

Viva o 1º de Maio Classista e Combativo!

Nós da Liga Operária como parte do proletariado internacional, saudamos de forma efusiva, classista e combativa o dia de todos os trabalhadores do mundo. Viva o 1º de maio classista e combativo de 2021!
Saudamos o glorioso proletariado internacional, classe mais avançada da história, cuja vicissitude é a criação de uma nova sociedade, sem opressão e exploração do homem pelo homem. Saudamos, pelo nosso glorioso dia, as massas oprimidas de todo o mundo: as massas operárias, camponesas, indígenas, quilombolas e de mulheres, que lutam contra o julgo da opressão.
Saudamos os povos e nações oprimidas que resistem bravamente aos ataques e investidas das potências e superpotência imperialistas, principalmente ianque, nos frontes das Guerras de Libertação Nacional na Palestina, Síria, Afeganistão, Iraque e povos do Oriente Médio e Norte da África. Saudamos as massas organizadas e dirigidas pela vanguarda proletária e suas direções que lutam com Guerra popular no Peru, Índia, Turquia e Filipinas. Afirmamos: as massas são todo poderosa e que organizadas e dirigida por uma vanguarda revolucionária são capazes de destruir esse velho sistema de exploração e opressão e construir a Nova Sociedade, mais justa e igualitária.
Saudamos e prestamos nossos mais sinceros sentimentos as massas que tem sofrido os efeitos nefastos das políticas imperialistas em todo o mundo, que com a pandemia do coronavírus foi levado a genocídio geral nas nações e povos oprimidos.
Nos somamos às iniciativas de elevar o protesto popular, pois somente em luta podemos desvelar o verdadeiro caráter de classe do capitalismo, identificar claramente nossos inimigos e nos unificarmos nas consignas: “Proletários de todo mundo, uni-vos!” e “façamos nós com nossas próprias mãos tudo o que a nós nos diz respeito”. Desfraldando, defendendo e aplicando o classismo, pois nossa classe é uma só, não apenas categorias, por isso superamos as divisões que nossos inimigos querem nos impor e nos identificamos enquanto trabalhadores, predicamos também a combatividade pois a conciliação oportunista se constituiu, na história, o perigo principal de nossa luta.
Uma vez mais saudamos a todos os heróis e heroínas do nosso povo que verteram o seu generoso sangue na luta contra toda a exploração e opressão com efusiva reverência aos operários assassinados, nas jornadas do 1º de maio de 1886 em Chicago – USA, por lutarem por melhores condições de vida e trabalho, avivando a chama da luta operária por uma nova sociedade, marco histórico desta data. Heroísmo que avermelhou ainda mais a gloriosa bandeira da luta dos trabalhadores e povos oprimidos de todo o mundo.
Em todas as nossas lutas classistas e combativas, levamos altivamente o grande exemplo dos companheiros: Albert Parsons, Louis Lingg, Adolf Fischer, George Engel, August Spies, Michael Schwab, Samuel Fielden e Oscar Neebe (na imagem abaixo), que sempre estão presentes na luta! Sigamos seus exemplos, organizemo-nos e tomemos em nossas mãos o nosso destino!

Albert Parsons, Louis Lingg, Adolf Fischer, George Engel, August Spies, Michael Schwab, Samuel Fielden e Oscar Neebe

Viva o internacionalismo proletário!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias recentes

Jonal da Liga Operária para o dia do Internacionalismo Proletário.

A seguir, reproduzimos o material da Liga Operária por ocasião do Dia do Internacionalismo Proletário. Retirado do site da Liga Operária. Vi...