sábado, 5 de setembro de 2020

Denuncia CEBRASPO: EXÉRCITO PARAGUAIO ASSASSINA DUAS CRIANÇAS DE 11 ANOS

Reproduzimos a seguir importante denuncia do CEBRASPO - Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos, recebida em nosso correio eletronico.


EXÉRCITO PARAGUAIO ASSASSINA DUAS CRIANÇAS DE 11 ANOS



CEBRASPO

13:28 (há 4 horas)


para CEBRASPO, Cco:mim

EXÉRCITO PARAGUAIO ASSASSINA DUAS CRIANÇAS DE 11 ANOS!

 O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos – CEBRASPO vem denunciar um grave crime cometido pelo Exército Paraguaio ocorrido na última quinta-feira, 03 de setembro de 2020.

Um contingente numeroso do Exército e Forças de tarefas Conjuntas atacaram um suposto acampamento guerrilheiro do Exército do Povo Paraguaio (Exército del Pueblo Paraguayo/EPP) no Norte deste país (cidade de Ybi Yau). No entanto, as vítimas do ataque a este lugar foram duas crianças de 11 anos. O Presidente da República para encobrir o tenebroso crime perpetrado mandou vestir as crianças, que não possuíam condições físicas de segurar um fuzil, com uniforme de campanha e divulgou fotos como se fossem perigosas terroristas. Mais, mandou enterrá-las em um lugar desconhecido alegando prevenção contra o COVID-19. Que conhecimento tinha das crianças para afirmar serem portadoras dessa doença ?

As crianças, Lilian Villalba e Maria del Carmen Villalba são argentinas e estavam no lugar visitando pais e tios que, por contingencia da vida, são militantes do EPP. São sobrinhas de Carmen Villalba, presa política, que também teve seu filho de 13 assassinado há 10 anos atrás pelas Forças de Segurança paraguaias. Acaso filhos e parentes de militantes políticos não tem o direito de visitar seus entes familiares?

Há tempos se desenvolve uma luta dura no Paraguai em que o campesinato se levanta em algumas regiões em defesa de suas terras e seus direitos pisoteados pelo velho Estado. O EPP tem existência que se remota a 2008.

As crianças nasceram e viviam em Missiones (Argentina) onde há vários anos permanecem 10 filhos de camponeses paraguaios e familiares de Carmen Villalba, pois o genocida exército paraguaio não hesita em assassinar crianças para tentar abafar em sangue a luta do seu povo.

Juntamo-nos a justa indignação dos familiares e do povo paraguaio com esse hediondo crime e exigimos que o Governo Paraguaio, como é solicitado pelos advogados dos familiares, entreguem os corpos das crianças a Argentina para que tenham uma autópsia isenta e possam ser enterrados com dignidade.

JUSTIÇA PARA LILIAN E MARIA DEL CARMEN VILLALBA, CRIANÇAS QUE FORAM MARTIRIZADAS PELO CRIMINOSO EXÉRCITO PARAGUAIO

EXIGIMOS PROTEÇÃO A INTEGRIDADE DAS CRIANÇAS E FAMILIARES RESGUARDADAS EM MISSÕES CONTRA QUALQUER AÇÃO COVARDE DO GENOCIDA EXÉRCITO PARAGUAIO

TODA SOLIDARIEDADE AOS CAMPONESES PARAGUAIOS

 

CENTRO BRASILEIRO DE SOLIDARIEDADE AOS POVOS – BRASIL

04 DE SETEMBRO DE 2020


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias recentes

Camponesas do MFP em Manga e na área camponesa Vanessa celebram: “Viva o 8 de março dia internacional da mulher trabalhadora!”

Nos dias 6 e 7 de março as companheiras dos núcleos do MFP na cidade de Manga e na área camponesa Vanessa realizaram reuniões em celebração ...